otelemarketing@gmail.com

Ultimas

Loading...

Páginas

Postagens populares

quarta-feira, 13 de abril de 2011

10 dicas para se sair bem na dinâmica

10 dicas para se sair bem na dinâmica




Confira o que os selecionadores esperam de você e

obtenha os melhores resultados

Durante o processo de seleção, a dinâmica de grupo é uma das fases que mais preocupam os candidatos. Tentar manter a calma e ser você mesmo ainda é o melhor a se fazer nesta situação. No entanto, algumas dicas podem ajudá-lo a se sentir mais seguro e obter melhores resultados.

A partir de agora, comece a prestar atenção na maneira como se comporta em família, entre os amigos, nas horas de trabalho e lazer. Analise, principalmente, as reações das pessoas ao seu comportamento. Você é bem aceito, respeitado, acatado, seguido? Como você faz isso? Explicando, negociando, dando ordens, dando feedback ou de que forma? Lembre-se que na dinâmica você será analisado justamente pelo comportamento que apresentar, por isso é importante você se conhecer e saber como pode reagir em cada situação.

Confira as dicas abaixo e veja como se destacar durante a dinâmica:

1. Preste muita atenção também aos outros participantes, em suas atitudes e comportamentos. É com eles que você vai desenvolver a atividade. Se você tem um espírito natural de líder, por que não ocupar um papel de destaque?

2. Fique atento às explicações e orientações para o trabalho a ser realizado. As informações normalmente são padronizadas, mas devem ser interpretadas à luz do que vai acontecer daí para frente. Procure entender o que alguém vai querer observar se pedir para vocês contarem o número de paetês de uma fantasia, amarrar a todos numa corda ou qualquer outra coisa que venha a ser solicitada. Libere toda a sua criatividade ou você não chegará nem aos pés da criatividade deste pessoal que inventa jogos e situações de grupo.

3. Não se esqueça de que você está em grupo e os comportamentos que serão observados valorizarão as suas relações com o grupo.

4. Não seja afoito, saindo na frente e atropelando tudo e todos . Já ouviu falar daquela história do boi de piranha? E daquela do macaco velho que não coloca a mão em cumbuca? Observe os primeiros passos de todos, mesmo que você tenha dado a iniciativa ao trabalho.

5. Não se incomode de ser observado por uma ou mais pessoas. O inverso é que é perigoso. Não ligue se alguém escreveu algo logo após a sua atuação. Pode muito bem ser positivo, por isso não sofra antecipadamente. Observadores despreparados podem rir do que está acontecendo (quem não riria ao ver um bando de marmanjos no chão fazendo algo engraçado?). Não é correto, mas... Controle-se, pois pode não ser de você.

6. Não fique perdido no desenrolar da dinâmica, seja ela uma peça de teatro, um painel de debates ou qualquer outra simulação. Seja um participante adequado o tempo todo. Muitas vezes, o último a falar é o que exerce maior influência sobre os destinos de um grupo.

7. Falar muito ou falar pouco? Não sabemos e temos receio de dizer. É uma incógnita, pois não sabemos o que será observado. Infelizmente, algumas coordenações despreparadas colocam um grupo para trabalhar e se lembram apenas daquele que falou muito, por mais besteira que tenha dito. Em outras situações, ouvimos pessoas que preferiram não falar nenhuma besteira e não foram sequer lembradas. IMPORTANTE: muitas vezes o que se espera de um candidato é que encontre alguma solução racional no meio de uma situação totalmente desconexa.

8. Solte-se e entre no jogo. Ajude o grupo a conseguir o melhor resultado em relação ao que foi pedido pelo coordenador. Procure ser decisivo para o desempenho do grupo. Desempenhe todos os papéis que você achar adequados, mas na dose certa e sempre focando o grupo. Não se esconda atrás do grupo, mas também não se distancie.

9. Deixe as avaliações para depois. Pense que você dará muitas risadas depois de tudo e poderá animar algumas reuniões com amigos e parentes com os jogos que aprendeu. Não adianta nada demonstrar que está insatisfeito, pois isto poderá contar pontos negativos para você.

10. Depois de tudo, se você quiser dar sua opinião, procure a empresa que realizou a seleção e exponha o seu ponto de vista, com segurança e dados completos. Muitas vezes, quem contrata uma empresa de seleção nem sabe direito o que vai acontecer no meio do processo.

Nunca se esqueça que você estará vivendo uma meta-realidade: não é o resultado imediato do trabalho do grupo que valerá, mas a sua capacidade de avaliar o que está acontecendo, escolher os comportamentos adequados, desempenhá-los com competência e flexibilidade e contribuir para o resultado de um grupo ou liderar um grupo na busca de um resultado.

As dinâmicas de grupo mais populares

Descubra quais são as atividades aplicadas com mais freqüência pelos recrutadores e veja dicas para ter sucesso durante o processo

Por Clarissa Janini

Para muitos candidatos, a dinâmica de grupo é um dos momentos mais críticos de um processo seletivo. Além de ter de interagir e se destacar em meio a pessoas desconhecidas, é exigido do participante jogo de cintura para saber lidar com jogos e atividades propostos na hora. “A dinâmica de grupo em processos seletivos visa identificar o candidato certo para uma vaga específica. Por isso, a atividade aplicada deve ser análoga à função do cargo oferecido”, afirma Roberto Hirsh, da SBDG (Sociedade Brasileira de Dinâmica dos Grupos). Deste modo, a maior dica para o candidato é ter certeza de que possui o perfil desejado pela empresa. “O maior inimigo do candidato é ter o perfil inadequado para o cargo, e não as pessoas que estão concorrendo com ele”, explica a psicóloga organizacional Beatriz de Campos, consultora da Pensare Consultoria.

Mas como os selecionadores optam por aplicar esta ou aquela dinâmica? “Cada profissional tem seus autores de dinâmica favoritos. No meu caso, gosto do trabalho de Maria Rita Gramigna e Marise Jalowitzki, entre outros. Além disso, pesquiso em sites especializados”, conta Beatriz. Não há como prever qual tipo de dinâmica será aplicado em determinada empresa, mas estudar alguns exemplos pode ajudar em sua preparação.

Confira algumas vivências freqüentes em processos seletivos:

- Apresentação: Antes de começar a trabalhar em grupo, é preciso conhecer cada um dos candidatos. A apresentação p ode ser feita apenas oralmente, quando cada participante fará uma pequena descrição de sua vida pessoal e profissional . Não se esqueça, porém, de que sua apresentação pessoal já estará sendo avaliada pelos recrutadores, que irão verificar sua habilidade em falar sobre si;

- Atividade individual: Também é uma opção de avaliação do selecionador, que busca examinar a capacidade do candidato em se expor a outras pessoas, competência na argumentação e fluência verbal ( veja um exemplo disponibilizado por Beatriz);

- Redação: Algumas empresas pedem durante a dinâmica que os candidatos escrevam um texto (cujo tema pode ser específico ou livre) para avaliar o domínio da língua escrita – seja em português ou outro idioma requisitado pela vaga. Portanto, revisar sua ortografia antes de encarar o processo é uma dica valiosa ( veja o que diz Izabel Failde, especialista do Empregos.com.br em dinâmica de grupo);

- Simulação de vendas: Não é raro que os recrutadores peçam para os participantes se dividirem em grupos e bolarem uma estratégia de venda para determinado produto. Geralmente esse tipo de dinâmica ocorre quando a vaga em questão está relacionada ou necessita de algumas competências de um profissional de vendas ( leia mais );

- Trabalho em equipe: Inúmeras dinâmicas têm o objetivo de avaliar como o candidato interage em grupo – se é introvertido ou não, engajado com a equipe ou relapso, possui capacidade de argumentação ou não, apresenta características de liderança ou de liderado, etc. ( veja um exemplo disponibilizado por Beatriz).

Conquistando o sucesso

Muitas competências são avaliadas durante todo o processo e, por mais diferentes que sejam as vagas, algumas habilidades são sempre bem vindas, tais como: criatividade, flexibilidade, iniciativa, capacidade de negociação, foco em resultados, capacidade de trabalho em equipe, autoconfiança, liderança, estabelecimento de metas e tomada de decisão. É muito importante que você se prepare e estude bem a empresa e o cargo pretendido, contudo, lembre-se de que sua atitude deve ser o mais natural possível. Não tente decorar o que vai fazer na dinâmica. Você ficará mais ansioso e as chances de falhar aumentam. Como você não pode prever quais serão as atividades aplicadas, veja quem é o candidato que os avaliadores procuram - em todos os tipos de dinâmica:

• Aquele que é seguro de si, que possui valores, metas e idéias condizentes com as da empresa;

• Acompanha o ritmo da equipe, respeitando e colaborando com os membros participantes;

• Desempenha sua tarefa com o uso do raciocínio, planejando e executando o trabalho de forma organizada, expondo suas idéias com fundamento;

• Aceita os demais membros, promovendo-os também para o sucesso e êxito em seu desempenho.

É automaticamente descartado quem:

• Demonstra comportamento arrogante;

• Possui timidez demasiada, sem participação efetiva;

• Finge comportamentos;

• Boicota algum membro do grupo;

• Busca destaque em excesso, não permitindo a participação dos demais membros.

• Características valorizadas (09.04.07)

Confira os principais comportamentos

que são avaliados durante a dinâmica

• Por Priscila D'Amora

• Um misto de dúvida e insegurança é o sentimento que na maioria das vezes ronda quem está à procura de uma colocação profissional, mais ainda na hora da dinâmica de grupo, uma das etapas mais temidas do processo de seleção. Essa insegurança é gerada principalmente pelo fato de o candidato não saber exatamente o que está sendo avaliado durante a dinâmica. Para ajudá-lo a desmistificar mais um pouco a dinâmica, conversamos com Helen Menezes, diretora de RH do Mercado Livre, e Izabel Failde, psicóloga, consultora em RH e especialista do Empregos.com.br , e listamos as principais características que são observadas durante a atividade.



Confira abaixo a lista de características mais valorizadas e melhore seu desempenho durante a dinâmica.



O que os selecionadores observam:

• Pró-atividade : seria a capacidade de se antecipar aos problemas.

• Jogo de cintura : como a pessoa administra situações adversas.

• Saber improvisar : com jogos situacionais, muitas das vezes, coloca-se vivências do dia-a-dia de trabalho para identificar como os candidatos improvisam, se se ajustam àquilo que sai do script .

• Saber ouvir: os colegas, as instruções, o seu grupo de trabalho. Saber ouvir é se predispor a entender a idéia do outro, mesmo que ela seja contrária à sua.

• Saber pontuar suas idéias sem demonstrar agressividade : capacidade de levar as pessoas a realizarem a sua vontade de bom grado, por causa da sua influência pessoal, sem forçar ou coagir alguém.

• Flexibilidade : nas ações, nas idéias, no grupo. Flexibilidade para se ajustar aos diferentes tipos de ambientes, situações e necessidades pelas quais passamos.

• Organização : seja na construção das atividades ou nas idéias. A organização passa também pela idéia da disciplina.

• Saber administrar conflitos : principalmente quando dentro de um mesmo grupo, as idéias são divergentes. Silenciar-se, posicionar-se e, falar na hora certa.

• Mostrar criatividade : ir além do óbvio. Colocar uma pitada de “algo a mais”, fazer a diferença.

• Equilíbrio: Menos é mais?

Muitas vezes queremos apresentar todos os nossos pontos positivos e podemos extrapolar. O contrário também acontece, quando nos colocamos de uma forma tímida e acuada. Para não cometer erros, a busca do equilíbrio é a solução para a maioria desses impasses.

• O candidato selecionado será aquele que tem maiores e melhores condições de adaptação. O mesmo acontece em relação:

• Ao negócio da empresa : não há candidatos que se adaptem a qualquer tipo de negócio ou produto.

• À equipe : mais ou menos receptiva, competitiva, cooperativa, etc.

• Ao cargo : exigências, perspectivas, conhecimentos técnicos, etc.

• De acordo com nossa especialista Izabel Failde: Seleção ideal = candidato adequado + cargo adequado + líder adequado + equipe adequada + empresa adequada, aliada à “adaptabilidade", que é a capacidade de gerar resultados adequados nos novos caminhos encontrados. Assim, não basta escolher uma solução, é preciso que ela dê resultados. E o mais importante: a ssertividade. Ao contrário do que aparenta, não quer dizer “estar certo”, mas ter segurança, firmeza, convicção em suas palavras e ações.

• Diante dessas orientações é importante saber que além de um bom perfil profissional, a escolha pelo melhor candidato passa também por questões como uma postura profissional adequada desde o momento que chega até a empresa, uma boa formação escolar e conhecimento técnico na oportunidade em questão.

• Check-list da Dinâmica de Grupo

por Izabel Failde*

• Agora que você já conheceu todas as etapas da dinâmica de grupo, que tal saber como foi seu desempenho? Apesar de não haver um padrão e não ser possível conhecer todos os critérios dos selecionadores, você pode refletir sobre seu comportamento para se aprimorar cada vez mais. Preencha o check list abaixo escolhendo SIM ou NÃO para cada questão. Seja sincero!





QUESTÕES SIM NÃO

1. Procurei conhecer um pouco sobre a empresa, antes de participar do processo seletivo?




2. Preparei-me adequadamente?




3. Vesti-me adequadamente?




4. Fiz um contato satisfatório com o selecionador?




5. Facilitei minha própria descontração?




6. Causei uma boa impressão?




7. Soube ouvir?




8. Tive flexibilidade?




9. Consegui me comunicar?




10. Fiz perguntas adequadas?




11. Fiz as investigações necessárias?




12. Respondi adequadamente ao que me foi perguntado?




13. Observei minha comunicação não verbal?




14. Minha postura física estava satisfatória?




15. Controlei adequadamente o uso do tempo durante a dinâmica?




16. Mantive o equilíbrio emocional?




17. Demonstrei atenção e interesse?




18. Permiti que outros participantes também se expressassem?




19. Elucidei minhas dúvidas?




20. Despedi-me de todos adequadamente?




21. Fiz as anotações necessárias?




22. Tratei as informações recebidas com ética?




23. Alcancei os objetivos da dinâmica?




24. Fiquei feliz com meu desempenho?




TOTAL:




• AVALIAÇÃO GERAL:

• A soma de pontos das colunas SIM e NÃO servem como referência para você saber em quantas situações da dinâmica agiu corretamente ou de maneira errada. Cada resposta SIM significa que você agiu de maneira positiva. As respostas NÃO indicam atitude desfavorável. Veja:

• Para as respostas SIM: Parabéns!!! Mantenha, desenvolva e aprimore cada vez seu desempenho, não só nas dinâmicas de grupo como em todo o processo seletivo. Sucesso!

• Para as respostas NÃO: Você precisa se esforçar mais. A dica principal é: conheça mais sobre você mesmo. Saber se posicionar, falar e ficar quieto nas horas certas, vestir-se com roupas adequadas e manter-se atualizado são apenas alguns exemplos de atitudes que podem garantir a sua vaga. Você certamente tem condições de aprimorar estes aspectos, mas para isso é fundamental não desanimar e acreditar no seu potencial. Boa sorte!

8 comentários:

  1. MUITO BACANA ESTE POST!ESTOU A PROCURA DE EMPREGO E VAI ME AJUDAR MUITO!

    ResponderExcluir
  2. Muito boa essas dicas, estou passando por um processo seletivo, irei fazer minha Dinamica de Grupo semana que vem, graças as essas dicas eu já tenho uma ideia do que fazer e o que não fazer durante o proecsso de Dinamica de Grupo. Muito Obrigado pelas dicas.

    ResponderExcluir
  3. ótima essas dicas, no momento estou empregada mas quem sabe no futuro, é sempre bom nos mantermos atualizados.
    agradeço muito obrigada.

    ResponderExcluir
  4. Muito boa as dicas gostei muito, vai me ajudar bastante,vou participar de uma dinâmica de grupo e já tenho a base de como me portar. Espero que der certo, ou melhor já deu certo. Um muito obgrigada !

    ResponderExcluir
  5. gostei muito,tirei todas as minha dúvidas.Muito obrigada.

    ResponderExcluir
  6. vou fazer uma dinâmica em grupo tenho muita fé em Jeová vou passar , pois quando acreditamos em Deus tudo dá certo. Pois tudo que tenho devo á Jeová.

    ResponderExcluir
  7. será meu primeiro emprego e saberei min comportar elucidei todas as duvidas muito ogrigada

    ResponderExcluir